Santo António

Material: corpo – 100% algodão
Tamanho: aproximadamente 20 cm


Fernando de Bulhões, nasceu provavelmente no verão de 1195, perto da Sé de Lisboa, onde ainda criança iniciou a sua instrução. Com 15 anos, entrou no Mosteiro de S. Vicente de Fora, da ordem dos Frades Agostinhos e, mais tarde, foi para Coimbra, onde completou a sua educação.
Fernando tinha o desejo de aprender, no entanto, em Portugal não era possível saber mais. Deste modo, decidiu embarcar para Marrocos, com o desejo de evangelizar os povos. Devido a problemas de saúde, viu-se obrigado a regressar a Portugal.
No entanto, isso nunca aconteceu, pois o barco onde navegava foi atingido por uma enorme tempestade. Assim, Fernando chegou a Sicília. Não permaneceu lá por muito tempo, pois decidiu rumar até ao centro de Itália, onde se encontrou com S. Francisco de Assis.

Foram companheiros e Fernando tornou-se franciscano, adotando o nome de António. As suas orações transmitiam calma, simplicidade e força. E os seus sermões eram ouvidos por milhares de pessoas.

Diz a lenda que a imagem de Santo António aparece com o Menino Jesus ao colo, pela grande cumplicidade e companheirismo entre os dois. Certo dia, em Mação, ia o (ainda) Fernando buscar lenha do outro lado do Tejo, a pedido de sua mãe, quando verificou, no regresso, que barco e barqueiro tinham desaparecido. Preocupado por saber que a mãe o esperava do outro lado, Fernando pediu ajuda ao Menino que lhe apareceu. Este disse-lhe que atirasse o feixe de lenha ao rio que Ele o conduziria para a outra margem. Segundo a lenda ao chegar ao outro lado do rio, Fernando estava com o Menino ao colo.