Macramé

Material: aro de metal dourado; cordão de algodão
Tamanho: aproximadamente 60 cm de diâmetro


Macramé teve origem da palavra árabe makrama, que significa “guardanapo” ou “toalha”. Esta é uma técnica de tecelagem manual, que consiste no uso de nós, originalmente usada para criar franjas em lençóis, cortinas, toalhas etc. Atualmente, tem sido utilizada na criação de peças decorativas e, até na decoração de roupa.

A sua origem remonta o século XIII, com a presença dela nas esculturas babilónicas e assírias. Esta foi uma técnica difundida durante as navegações, uma vez que, as peças eram criadas a bordo e vendidas nos portos de paragem.

O macramé é marcado por épocas de apogeu e de esquecimento: no século XIX, em Inglaterra, era utilizado como um passatempo para as donas de casa. Na década de 1960, tornou-se uma técnica de arte e artesanato popular nos Estados Unidos e na Europa. Já na década de 70 atingiu o seu apogeu, quando a revista “Vogue” publicou um livro sobre o assunto, elevando-o à categoria de “modern-chic”.

Esta é uma arte totalmente manual. As amarrações são feitas apenas com as mãos; são os nós que criam a trama e, até mesmo, desenhos geométricos. A única ferramenta utilizada são agulhas de crochê para colocar franjas ou algum manuseio mais preciso dos fios.

Estes aros de macramé vão decorar um apartamento em Tavira.
Gostávamos que todas as pessoas que visitassem o apartamento apreciassem estas peças e procurassem saber mais sobre esta fantástica arte.

Aconselhamos, desde já, todos a visitarem o local – https://www.abacatusfarmhouse.com/

Acreditamos que, mais do que nunca, devemos passar férias “cá dentro”.